JetBlue Airways confirma pedido para 60 aeronaves Airbus A220-300


​Uma nova transportadora norte-americana de baixo custo com um misterioso codinome 'Moxy' firmou uma encomenda de 60 aeronaves. Enquanto grande cliente da Airbus, a JetBlue confirmou um pedido de 60 unidades para formar uma parte importante de seus futuros planos de desenvolvimento de frota.

“Ao nos aproximarmos do nosso 20º aniversário, a impressionante variedade e economia do altamente eficiente A220, combinada com o excelente desempenho de nossa frota existente de aeronaves Airbus A321 e restyled A320, ajudarão a garantir que proporcionemos a melhor experiência a bordo aos clientes e atendamos nossas metas financeiras de longo prazo à medida que continuamos o crescimento disciplinado no futuro ”, disse Robin Hayes, diretor executivo da JetBlue.

A frota da Airbus já existente da JetBlue inclui 193 aeronaves A320 e A321ceo em operação, com um pedido adicional de 85 aeronaves A321neo. "A JetBlue provou que não há contradição entre eficiência econômica e um produto de alta qualidade", disse Christian Scherer, diretor comercial da Airbus. “O endosso da A220 prova que essa aeronave atende a esses dois critérios melhor do que qualquer alternativa em seu segmento. Obrigado à JetBlue e parabéns por este grande marco no seu crescimento. ”

O pedido foi concluído na última semana de dezembro (2018) e seguiu-se meses de discussão e negociação entre as duas partes. O A220 é a única aeronave construída para o mercado de 100-150 lugares e oferece eficiência de combustível imbatível. Os passageiros classificam a cabine da aeronave de forma positiva pois oferece o espaço e o conforto de uma aeronave de grande porte, ainda que no avião de corredor único. As grandes janelas também são populares entre os passageiros, que oferecem um ambiente brilhante e ilusório. O A220 reúne a aerodinâmica de última geração, materiais avançados e os turbofan de última geração da PW1500G da Pratt & Whitney para oferecer pelo menos 20 por cento menos queima de combustível por assento em comparação com as aeronaves da geração anterior. O alcance também é um ponto-chave de venda da aeronave, pode alcançar destinos a cerca de 5.020 km e oferecer o desempenho de aeronaves de corredor único maiores.

Com uma carteira de pedidos de mais de 500 aeronaves até o momento, a A220 parece destinada a ocupar a maior parte do mercado de aeronaves regionais de 100 a 150 assentos, que segundo pesquisas recentes deve superar 7000 quadros nos próximos 20 anos.

A Airbus também confirmou que irá produzir a aeronave A220-300 para a 'Moxy' e a JetBlue em uma nova instalação de montagem localizada ao lado de sua fábrica A320 em Mobile, Alabama. A construção da nova fábrica está programada para começar no final deste mês e representa um grande passo em frente na confiança que o fabricante europeu de aviões tem no programa A220.

Quer tripular a nova geração? Dê o primeiro passo....

Agende Já a sua Aula experimental Grátis!

ICAO NOW!

Seu Futuro em Suas Mãos....

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

PARCEIROS

INSTITUIÇÃO

ICAEA-logo-header.png
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Com mais de 10 anos de atuação no setor de ensino de línguas.

Especializada em inglês aplicado.

Cursos elaborados conforme a necessidade de cada cliente.

Colaboramos com projetos variados por todo o mundo desde entrevistas até simuladores de vôo.

whatsapp.png

INSTRUTOR

Aviação: ICAO 6 
PILOTO MLTE IFR PLA

INVA ANAC / FAA 

Ficha Técnica:

Formação completa EUA  (Inglês Nativo)

Bacharel Ciências Aeronáuticas

Pós-graduado em ensino de  língua Inglesa com ênfase em uso de novas tecnologias (Certificado pela BRIDGE)

Google Certified Educator

Cambridge Proficiency Exam (CPE), TOEIC, CPL ,TOEFL.

Copyright © 2020 ViP Systems ltd. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido a cópia total ou parcial de qualquer parte deste  conteúdo, bem como o uso em sala de aula de material reproduzido sem o consentimento do autor ou editor da obra, estando o infrator sujeito às penalidades previstas em Lei. Lei do Direito Autoral, LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.