Embraer planeja lançar novo Turbo Hélice.


A Fabricante brasileira de aviões Embraer está cogitando a ideia de desenvolver uma nova aeronave turboélice de passageiros, de acordo com um discurso feito pela CEO John Slattery em 14 de setembro em um evento do clube de aviação do Reino Unido.

Durante o evento, realizado em Londres, Slattery falou sobre uma possivel reunião com as transportadoras para se discutir as possibilidades na esfera dos turboélices.

Enquanto não forneceu nenhum detalhe concreto sobre os planos, Slattery tinha mencionado "potenciais oportunidades no mercado de turbo-hélices", um segmento bem guardado pela Canadense Bombardier e a Europa ATR.

Slattery comentou sobre os principais concorrentes – Bombardier Q400 e ATR 72 – como sendo "Idosos", insinuando o fato de que há espaço para um novo concorrente na corrida de turbo-hélices.

Saiba as diferenças entre os Turbo Hélices e os Jatos.

"É importante ressaltar que a Embraer está longe de qualquer decisão de lançar um novo programa de turbo-hélices e o processo está em fase de avaliação", a Embraer divulgou em um comunicado oficial. "Este é um passo inicial, mas um passo chave para se estabelecer se há uma demanda para uma plataforma turboélice moderna.

Após o discurso as ações da Embraer fecharam em 9,5% maior do que a média móvel de 50 dias.

O ultimo projeto de Turbo Hélice da Embrear foi o 120 Brasilia.

O EMB 120 ou Brasília é um avião turboélice bimotor para uso regional, pressurizado, de alta performance, capaz de transportar 30 passageiros.

Foi projetado, desenvolvido e fabricado em larga escala no Brasil a partir da década de 1980 pela Embraer, que utilizou como base para sua criação e desenvolvimento o bimotor turboélice para uso executivo EMB-121 Xingu, inclusive o projeto de fuselagem, estabilizadores vertical e horizontal em T e o seu inovador sistema de pressurização.

Em 1994 o Brasília foi o avião regional com maior número de operadores no mundo, utilizado por 26 empresas em 14 países. Em 1996 recebeu da FAA (Federal Aviation Administration) um prêmio especial de segurança.

Foram entregues 352 aeronaves para 33 operadores internacionais, ao longo de quase duas décadas de produção. Sua fabricação foi suspensa em 2001, quando já estava sendo produzido o seu modelo sucessor ERJ-145.

A vinda de uma nova plataforma de turbo hélices modernos poderiam trazer com eles uma enorme demanda por parte das empresas de tripulantes proficientes nessa categoria de aeronaves assim como abertura de vagas e troca das plataformas atuais utilizadas principalmente pela Azul Linhas Aéreas.

O que vocês acham? Deixem seus comentários abaixo.

Quer estar pronto para essas vagas? Agende já sua Aula Experimental Grátis!

ICAO NOW! Seu futuro em suas mãos....

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

PARCEIROS

INSTITUIÇÃO

ICAEA-logo-header.png
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Com mais de 10 anos de atuação no setor de ensino de línguas.

Especializada em inglês aplicado.

Cursos elaborados conforme a necessidade de cada cliente.

Colaboramos com projetos variados por todo o mundo desde entrevistas até simuladores de vôo.

whatsapp.png

INSTRUTOR

Aviação: ICAO 6 
PILOTO MLTE IFR PLA

INVA ANAC / FAA 

Ficha Técnica:

Formação completa EUA  (Inglês Nativo)

Bacharel Ciências Aeronáuticas

Pós-graduado em ensino de  língua Inglesa com ênfase em uso de novas tecnologias (Certificado pela BRIDGE)

Google Certified Educator

Cambridge Proficiency Exam (CPE), TOEIC, CPL ,TOEFL.

Copyright © 2020 ViP Systems ltd. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido a cópia total ou parcial de qualquer parte deste  conteúdo, bem como o uso em sala de aula de material reproduzido sem o consentimento do autor ou editor da obra, estando o infrator sujeito às penalidades previstas em Lei. Lei do Direito Autoral, LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.