Novas táticas de contratação de tripulantes para 2017.

2016 não foi fácil para as companhias aéreas ao redor do globo que continuam a lutar com maneiras de encontrar pilotos para preencher vagas de cabine. Espera-se que 2017 vai ser um ano de ainda mais preocupante, como a Boeing, Airbus e outros fabricantes continuam acelerando sua produção, enquanto a já pequena quantidade de Pilotos qualificados cresce a um ritmo significativamente mais lento. Como resultado, a escassez de pilotos coloca as empresas em uma posição de caça em um deserto, onde agressivos bônus de contratação não tiveram o resultado esperado e empresas são obrigadas a procurar opções fora do padrão como os meios de comunicação sociais. Skaiste Knyzaite, CEO da AviationCV.com, compartilha sua visão sobre o tema.

Na verdade, os especialistas observam que a associação do empregador com o empregado e sua publicidade através da mídia social podem ser um fator importante no recrutamento de pilotos em 2017.

"Só na Europa falta cerca de 4000-5000 pilotos. E enquanto a demanda maior é de tripulação experiente, há também um problema de longo prazo de um declínio geral na popularidade das profissões da aviação no público em geral. Como mais e mais jovens se sentem atraídos por oportunidades de carreira ou Finanças, menos jovens consideram pilotagem como profissão atraente. Eventualmente, a indústria pode acabar faltando pilotos não só experientes, mas também novatos,"explica as tendências sombrias de Skaiste Knyzaite, CEO da AviationCV.com, um recrutador de tripulação de voo e empresa de treinamento com base na Lituânia.

A fim de superar a escassez crescente de pilotos, grandes companhias aéreas estão ativamente reconsiderando suas estratégias de contratação – em vez de simplesmente aumentar a remuneração, eles investem no "branding" ou a associação da marca com seus funcionários. Segundo Knyzaite, há muitos pilotos experientes que podem preferir trabalhar para uma companhia conhecida em um salário inferior, ao invés de ganhar um salário maior, enquanto trabalhava para uma transportadora com imagem pobre ou sem consciência de marca.

"A Marca de uma companhia aérea é destinada não só aos passageiros, mas aos funcionários também. Dá-lhes o valor agregado, que inclui o sentimento de orgulho em trabalhar naquela empresa em particular. A mesma coisa acontece com a próxima geração de pilotos – geração "Mileniais" – que vai assumir os assentos da cabine nos próximos 10 anos,"adiciona Knyzaite.

Uma pesquisa da Universidade Internacional da Flórida sugere que milleniais apreciam trabalhos que fazem o bem social e assumem posições com baixa remuneração se o trabalho é mais do seu agrado. Assim, as companhias aéreas, como qualquer outro empregador, precisam moldar o local para essas estruturas – e continuamente, transmiti-las aos grupos-alvo.

"A campanha de Branding para os pilotos não deve ser a mesma nos meios de comunicação quanto para os clientes. Textos, imagens e vídeos são grandes, mas infográficos, apresentações interativas, campanhas sociais e qualquer outra coisa que você pode inventar também são"explica S. Knyzaite.

Quando se trata de canais através dos quais as companhias aéreas podem desenvolver suas marcas, os meios de comunicação social desempenham um papel vital. Algumas companhias aéreas já exploram várias plataformas para se comunicar com os funcionarios existentes e atuais. Por exemplo, a transportadora irlandesa Aer Lingus foi a primeira a empregar Snapchat. Um funcionario em potencial usando o app poderia ver funcionários participarem em eventos de caridade, feiras de pós-graduação e cerimônia de premiação, e, mais importante, visitas as cabines e fotos de asas.

No entanto, é a Southwest Airlines que melhor usa a plataforma para o mercado de potenciais funcionários. Ao dedicar um post para dizer adeus a um colega falecido, transmitem a ideia para um Piloto em potencial que ele será reconhecido na empresa.

Quanto a produção de tais conteúdos, os empregados podem ser um bom recurso. Finnair já tem duas contas do Instagram: um é executado por um piloto que enfatiza o planejamento do voo , o outro – por uma comissaria que destaca as medidas de segurança. Quando os pilotos e comissários compartilham as suas histórias de trabalho on-line, eles não apenas mostram o que acontece nos bastidores, mas também demonstraram que as pessoas estão felizes em trabalhar para a companhia aérea.

"Simultaneamente, pilotos e outros profissionais fazem cada vez mais pesquisas no LinkedIn," diz Knyzaite." Treinamento de pessoal de RH, Gestão e até tripulantes em como maximizar sua presença no LinkedIn, bem como ter a sessão de carreiras preenchida inteiramente com o empregador e todas suas logo marcas e extras é uma etapa importante para um empregador atual.

Ao mesmo tempo, vídeos e posts nas redes sociais não são as únicas coisas que aumentam o sinal. Artigos e entrevistas, colocar-se em meios de comunicação social, blogs e até mesmo os sites da própria empresa podem moldar a opinião de um funcionário em potencial. Pilotos experientes e jovens estão ansiosos para ver como o trabalho diário em um avião específico parece ser.

"Claro, não significa que devem cancelar os road shows, parar a publicidade em portais de emprego ou descartar outras atividades tradicionais," diz Skaiste Knyzaite. "Ao invés deviam ver como um leque mais amplo de ferramentas. A empresa não esta meramente tentando atrair pilotos – também está competindo com outras companhias aéreas. Portanto, a empresa tem que destacar-se, mostrar ao piloto seus valores e provar que eles estão ambos na mesma página. Muitas companhias aéreas percebem isso e é por que acreditamos que, em 2017 muitos empregadores de aviação e agências de recrutamento vão colocar um foco ainda maior em redes sociais e conteúdo de marketing para persuadir potenciais pilotos-empregados e outros funcionários que sua companhia é o melhor lugar para trabalhar."

Gostou dessa materia?

Acha que está pronto para o proximo passo?

ICAO NOW!

Agende já sua aula experimental Grátis!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

PARCEIROS

INSTITUIÇÃO

ICAEA-logo-header.png
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Com mais de 10 anos de atuação no setor de ensino de línguas.

Especializada em inglês aplicado.

Cursos elaborados conforme a necessidade de cada cliente.

Colaboramos com projetos variados por todo o mundo desde entrevistas até simuladores de vôo.

whatsapp.png

INSTRUTOR

Aviação: ICAO 6 
PILOTO MLTE IFR PLA

INVA ANAC / FAA 

Ficha Técnica:

Formação completa EUA  (Inglês Nativo)

Bacharel Ciências Aeronáuticas

Pós-graduado em ensino de  língua Inglesa com ênfase em uso de novas tecnologias (Certificado pela BRIDGE)

Google Certified Educator

Cambridge Proficiency Exam (CPE), TOEIC, CPL ,TOEFL.

Copyright © 2020 ViP Systems ltd. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido a cópia total ou parcial de qualquer parte deste  conteúdo, bem como o uso em sala de aula de material reproduzido sem o consentimento do autor ou editor da obra, estando o infrator sujeito às penalidades previstas em Lei. Lei do Direito Autoral, LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.