2016 - Um dos anos mais seguros para a aviação?

A rede de segurança da aviação (ASN) em 4 de janeiro de 2017 lançaram as estatísticas preliminares de acidentes de avião de 2016 mostrando um total muito baixo de 19 acidentes fatais, resultando em 325 fatalidades.

Apesar de vários acidentes de alto perfil, dados mostram que o ano de 2016 acabou por ser um ano muito seguro para aviação comercial.

No ano de 2016, a Aviation Safety Network resgistrou um total de 19 acidentes de avião fatais, resultando em 325 fatalidades. Isto torna 2016 o segundo ano mais seguro da historia, tanto pelo número de acidentes fatais, bem como em termos de fatalidades. Em 2015 ASN registrou 16 acidentes, enquanto em 2013 um total de 265 vidas foram perdidas.

As autoridades bolivianas responsabilizaram a companhia aérea local LaMia pelo acidente que tirou a vida de 71 pessoas, incluindo a maioria dos brasileiros do time Chapecoense de futebol, em novembro. Negligência do piloto e da companhia aérea em abastecer a aeronave foi o que provavelmente levou ao acidente que aconteceu no dia 29 de novembro, perto de Medellín, Colômbia.

A maioria dos acidentes envolveram voos de passageiros. Tendo em conta que o tráfego aereo estimado em todo o mundo é de cerca 35,000,000 voos, a taxa de acidentes é de um acidente fatal a cada 3.200.000 voos.

O baixo número de acidentes não vem como surpresa. O Presidente da ASN Harro ranters, declarou: "Desde 1997 o número médio de acidentes de avião mostrou um declínio constante e persistente, graças aos esforços contínuos voltados a segurança por organizações internacionais de aviação, como ICAO, IATA, Flight Safety Foundation e da indústria de aviação em geral."

O pior acidente do ano passado aconteceu em 28 de novembro de 2016 quando um Avro RJ85 da LaMia Bolíviana caiu perto de Medellín, Colômbia como resultado da falta de combustível, matando 71.

O número de acidentes inclui dois prováveis casos de terrorismo. Enquanto a investigação ainda está em curso, as autoridades egípcias afirmaram que encontraram vestígios de explosivos após o acidente de um Airbus A320 da EgyptAir que caiu no mar Mediterrâneo em maio.

Em fevereiro, um passageiro foi morto quando uma bomba foi detonada na cabine de um Airbus A321 que tinha acabado de partir de Mogadíscio, Somália.

A média de tendências de 5 anos mostram uma redução significativa em acidentes ocorridos durante a aproximação e as fases do voo de pouso. A média de cinco anos para estes acidentes está no seu ponto mais baixo em 45 anos. Nos últimos cinco anos cerca de um em três acidentes ocorreram durante a fase de pouso ou aproximação.

Por outro lado, a tendência de acidentes na fase de cruzeiro e descida mostram um aumento de 45% nos últimos cinco anos. Este é o número mais alto em 50 anos.

A ASN acrescentou que aviões de dois dos 19 acidente eram operados por companhias aéreas na lista negra"da União Europeia.

Quer voar com mais segurança?

ICAO NOW!

Agende já sua aula experimental Grátis!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

PARCEIROS

INSTITUIÇÃO

ICAEA-logo-header.png
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Com mais de 10 anos de atuação no setor de ensino de línguas.

Especializada em inglês aplicado.

Cursos elaborados conforme a necessidade de cada cliente.

Colaboramos com projetos variados por todo o mundo desde entrevistas até simuladores de vôo.

whatsapp.png

INSTRUTOR

Aviação: ICAO 6 
PILOTO MLTE IFR PLA

INVA ANAC / FAA 

Ficha Técnica:

Formação completa EUA  (Inglês Nativo)

Bacharel Ciências Aeronáuticas

Pós-graduado em ensino de  língua Inglesa com ênfase em uso de novas tecnologias (Certificado pela BRIDGE)

Google Certified Educator

Cambridge Proficiency Exam (CPE), TOEIC, CPL ,TOEFL.

Copyright © 2020 ViP Systems ltd. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido a cópia total ou parcial de qualquer parte deste  conteúdo, bem como o uso em sala de aula de material reproduzido sem o consentimento do autor ou editor da obra, estando o infrator sujeito às penalidades previstas em Lei. Lei do Direito Autoral, LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.